© 2019 by Espaço Plennus

  • Plennus

Saiba os maiores desafios para abrir um consultório médico

Atualizado: Jan 7

Me formei e agora? Muitos médicos no início de carreira ficam ansiosos pela abertura de seus consultórios. Mas, qual a melhor forma de dar o primeiro passo?


Poder ser seu próprio chefe é um grande incentivo. No entanto, o que deve ser levando em conta para iniciar o atendimento clínico? Investimento, localização, estrutura adequada, documentação, como lidar com todos esses processos de forma satisfatória?


Em primeiro lugar, é preciso planejamento e um conhecimento prévio em gestão financeira. Não há nenhuma matéria desse cunho na faculdade de Medicina, porém ao abrir um negócio, é preciso que o médico entenda que ele se tornou um empreendedor e é preciso dedicação e foco constantes para conquistar o tão sonhado sucesso.


Além disso, deve estar preparado para enfrentar os diversos desafios que vêm com a abertura de mais um empreendimento médico, em meio a tantos já existentes.

Escolher o local, de acordo com o público que se deseja atingir, saber o que se pode gastar, seja na compra ou no aluguel de uma sala comercial, e reunir toda a documentação necessária são fatores iniciais primordiais. Mas, saiba que é nesse ponto que há alguns entraves burocráticos. Isso pode levar algum tempo, portanto, é importante ter calma durante o processo. Conseguir o registro na Classificação Nacional de Atividades Econômicas, passando pelo alvará de funcionamento, a licença sanitária até os certificados de conformidade do Corpo de Bombeiros e limpeza urbana fazem parte de toda essa etapa.


Nesse momento que é hora de investir na infraestrutura do ambiente. Para isso, apostar em campanhas de marketing e comunicação, seja em redes sociais, outdoors, assessoria de imprensa, é importante para impulsionar esse lançamento e trazê-lo como novidade. Com isso, é mais fácil superar outro obstáculo bem comum que é atrair os primeiros pacientes para o consultório. Por isso, ter bem definido qual público-alvo deseja conquistar é fundamental.


Já lidar com excesso de burocracias administrativas é outra questão inevitável na abertura de qualquer negócio. Entretanto, para os médicos, pode se tornar ainda mais doloroso o processo. Controlar custos operacionais, como aluguel, água, luz, telefone, fechar mobiliário, contratação e pagamento de funcionários, cadastro de clientes, além de manutenção de equipamentos usados e pagamento de impostos são tarefas essenciais e que devem ser realizadas com cautela.


Um outro ponto muito importante a ser controlado é a gestão adequada da agenda. Sem ela, não há como o negócio ter sucesso. É muito comum confusões no começo, como atrasos, confusão com datas e até mesmo a não confirmação com consultas com médicos que ainda estão sem auxílio de secretárias. Sincronizar a agenda profissional com a pessoal é a melhor forma de evitar certos deslizes. Olhar a agenda todos os dias e comunicar aos pacientes qualquer imprevisto é uma maneira de ele sentir mais seguro e bem atendido.


A definição do valor de uma consulta também gera muitos questionamentos entre os médicos. Como aplicar um valor justo para o paciente e ao mesmo tempo favorável ao meu negócio? O profissional tem que ter em mente que esse processo depende de dois fatores principais: gastos operacionais envolvidos e pesquisa com a concorrência. Com essas informações, será mais fácil adotar um preço competitivo e capaz de manter o negócio saudável.


Faça o check-list e fique atento aos seis desafios mais comuns:

  • Documentação;

  • Gestão financeira;

  • Captação de pacientes;

  • Multi-funções administrativas;

  • Equilíbrio de agenda;

  • Valor de consultas

Alternativa para o consultório tradicional

Você conhece o coworking para médicos? Pode ser uma opção para você que quer

reduzir custos de aluguel do consultório. Como uma nova opção no mercado, a ideia é

oferecer consultórios compartilhados para o profissional da saúde que busca a melhor

localização e o controle do seu tempo para realizar consultas.


Nos dias de trabalho, o especialista recebe seus pacientes no espaço e, no final do mês, paga apenas pelo tempo que utilizou. Portanto, as principais vantagens para essa ferramenta são: infraestrutura completa à disposição, flexibilidade na agenda, vantagem financeira de não ter custos do espaço, além do networking com outros médicos que compartilham o mesmo espaço.

#coworkingmédico #consultóriocompartilhado


MARQUE UMA VISITA

Use o formulário. Entraremos em contato para agendar
o melhor dia e horário para você